Review: Ouro do Inferno

Ouro do Inferno
Ouro do Inferno by Eric Frattini
My rating: 4 of 5 stars

Gostei de ler este livro de Eric Frattini já que acabou por me surpreender muito positivamente. Trata-se de um uma espécie de thriller histórico, uma história de espionagem sobre uma organização secreta nazi, centrada em torno de um padre sem escrúpulos e ávido de poder, que nos transporta para a época do final da Segunda Grande Guerra, descrevendo acontecimentos relacionados com a queda de Hitler e a subsequente fuga às forças aliadas que tomaram Berlim. O livro está bem escrito e a história tem muita acção, sendo muito raras as passagens mais descritivas. Por isso, a leitura é fluída e a história prende a atenção e desperta a vontade de continuar a ler até ao epílogo. À medida que fui avançando na leitura, a escrita causou-me a impressão de ser muito ingénua, muito devido à forma como os diálogos estão construidos e ao facto das personagens utilizarem frequentemente pensamentos filosóficos como parte dos diálogos para suportarem as respetivas afirmações. Outro aspeto que destaca esta ingenuidade é o facto de muitas passagens que descrevem factos hediondos e atrocidades estarem narradas de uma forma ligeira e, por vezes, até mesmo pueril. No entanto, acabei por ficar preso por esta forma de construção da narrativa e acabei por desfrutar de vários pensamentos que me permitiram reflectir em temas para além da história em si. Por exemplo, entre as várias reflexões que as personagens vão desfiando ao longo da história, chamaram-me a atenção as seguintes:

“A confiança é o sentimento de poder acreditar numa pessoa mesmo quando nós próprios sabemos que, no lugar dela, mentiríamos”

“Quem acredita que o dinheiro tudo faz, acaba fazendo tudo pelo dinheiro”

“A quantidade de boatos inúteis que um homem é capaz de guentar é inversamente proporcional à sua inteligência”

“Não há que temer os que têm outra opiniãp, mas sim aqueles que tendo outra opinião são demasiado cobardes para a manifestar”

“Nunca se alcança a verdade total nem nunca se se está totalmente afastado dela”

“Todo o idealismo face à necessidade é um engano”

“A guerra é a arte de destruir homens, a religião é a arte de os enganar”

“O primeiro castigo do culpado é ser julgado pela própria consciência”

“A liberdade não é um privilégio que se outorga, mas sim um hábito que tem de se adquirir […] É a mente que faz o homem livre ou escravo”

“Aprender sem reflectir é desperdiçar energia”

“O tempo traz à luz tudo o que está oculto e esconde o que agora brilha com o maior resplendor”

De uma forma geral, a história permite-nos refletir sobre o papel desempenhado por um pais neutral como a Suiça no suporte `máquina de guerra de Hitler, bem como a ambiguidade moral manifestada por personalidades do Vaticano nesta época. Partindo desta narrativa, afigura-se a possibilidade de refletirmos sobre o idealismo, o poder, a corrupção, o genocídio e a religião. Destaco igualmente a excelente tradução do tradutor da Porto Editora (uma falha no versão digital do livro é a falta da referência ao tradutor na ficha técnica do livro), uma vez que não encontrei gralhas nem construções erradas que normalmente costumam dificultar a leitura de livros traduzidos.

Finalmente, igualmente digno de nota é o facto deste livro ter sido o 1º ebook no formato wook que li no meu tablet Android utilizando a recentemente lançada plataforma de ebooks desenvolvida pela Wook. Apesar de ter disfrutado desta experiência, sendo um amante incondicional dos ebooks e da experiência de leitura ampliada que proporcionam quando comparada com a experiência arcaica da leitura em papel, penso que a plataforma wook ainda pode ser muito melhorada quando comparada com outras soluções de leitura de ebooks para tablets e dispositivos móveis. Por exemplo, a plataforma permite acrescentar marcadores e tirar notas associadas às páginas do livro, mas não permite criar mais do que uma anotação por página e também não permite sublinhar nem copiar e colar excertos do texto nas anotações, o que dificulta esta experiência para quem gosta de tirar anotações para mais tarde refletir sobre passagens ou pensamentos do livro ou mesmo excrever comentários com base nas anotações. A plataforma da wook proporciona uma leitura agradável, mas o catálogo de ebooks proporcionados neste formato é ainda escasso, pouco variado com preços que penso que não se justificam para livros em formato digital.

View all my reviews

Sobre Nuno Magalhães Ribeiro

Professor Universitário e Autor especialista em Engenharia Informática.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s